Postagem em destaque

Procurando Profissional em Análise de Processos de Negócios, BPM, BPMS e Melhoria de Processos, para atuar na Região Metropolitana de Belo Horizonte?

Marco Gandra Brasileiro – Casado 41 anos - CNH B Nascido em Belo Horizonte e-mail gandraribeiro@gmail.com ...

Pesquisar neste blog

10 de mai de 2012

Desafio BSC


Tristemente percebo que, os empresários brasileiros em sua maioria não acordarão para os benefícios do BSC. Muita empresa, se quer, contam com um Mapa Estratégia, quem dirá com Planos de Iniciativas, Gestão a Vista, Equipes Autogerida, Processos Mapeados e alinhados a um Orçamento Gerencial (nem vou tocar no assunto de Orçamento Matricial). O difícil é entender os motivos pelos quais as empresas, não adotam essas fantásticas ferramentas, já que elas são simplesmente de graça. Já implantei o BSC (Mapa Estratégico, Plano de Iniciativas/Ação, Acompanhamento de Resultados, Orçamento Gerencial, Mapeamento de Processo/Procedimentos e Gestão à Vista), usando apenas Excel, Word e PowerPoint. Levando ao extremo, um simples “papel de pão” é suficiente. Tudo bem “papel de pão” não, mas se não querem gastar, podem usar um Open Office.

Ao pensar sobre o assunto começo a entender. As coisas são bem claras e desafiadoras. Diz respeito ao “status quo”. O problema são as pessoas, é claro! Nesse “porém”, vê-se a baixa adesão do BSC: Os Empresários, Diretores e Gerentes estão dispostos a compartilhar a definição na estratégia com os demais colaboradores? O BSC não é um sistema, é uma filosofia empresarial. São os primeiros passos para que uma empresa torne-se orientada à processos e ter um BPM ativo. Abrindo portas para uma gestão sustentável, de alto desempenho e informatizada, integrando o BSC a um ERP/CRM/MRP/SCM e BI orquestrado por um BPMS.

Liderança e apoio (verdadeiro e presente) da alta direção é fundamental para o sucesso de uma iniciativa BSC. Em um bom “minerês”, tem que compra a briga, pegar o boi pelo chifre.
E vocês que estão lendo esta mensagem, como anda o BSC na sua empresa, o problema são pessoas ou falta de ferramentas?


4 comentários:

  1. Ética, equidade e governança devem ser características presentes em qualquer empresa de classe mundial. Vou além, devem ser virtudes de qualquer grupo social (com ou sem fins lucrativos). O BSC é o espelho que mostra a face de tais grupos. Se a imagem refletida é de uma bela ou uma fera (desculpem-me pelo trocadilho), o espelho não é o culpado. Quantas ENRON ou BANCO NACIONAL, precisaremos ter até percebemos a peçonha contida em uma gestão insustentável, seja essa sustentabilidade econômica, social ou ambiental e seus reflexos em uma nação.

    Abraços a todos,

    Gandra

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. BSC permite demonstrar as virtudes das empresas. E que empresas com as citadas, por falta de transparência, faliram, levando muitos a terem grandes prejuízos.

    ResponderExcluir
  4. Com certeza PESSOAS Gandra. Eu trabalho em uma Associação do governado, e o mais difícil é mostrar para os diretores da organização, que as metas, visões e objetivos precisam ser documentados e compartilhados para que possamos atingi-los. Continuo lutando, mas tudo poderia ser mais fácil se houvesse compreesão entre as partes 'interessadas'.

    Abraços,
    Mauricio Salles
    mauricio@arquiweb.com.br

    ResponderExcluir