Postagem em destaque

Procurando Profissional em Análise de Processos de Negócios, BPM, BPMS e Melhoria de Processos, para atuar na Região Metropolitana de Belo Horizonte?

Marco Gandra Brasileiro – Casado 41 anos - CNH B Nascido em Belo Horizonte e-mail gandraribeiro@gmail.com ...

Pesquisar neste blog

20 de jan de 2012

Quando pensar na troca do seu ERP?

Por: iMasster


O mercado competitivo obriga as empresas a serem mais ágeis e cada vez mais investirem na qualidade de seus produtos e serviços e também no atendimento aos clientes. Uma solução de ERP adequada é indispensável para que uma empresa obtenha destaque em seu segmento.
A tecnologia evolui, as empresas crescem e o ERP deve acompanhar essas mudanças. Há softwares que permitem customizações, mas nem sempre elas resolvem o problema, e a empresa se prejudica com um sistema que não atende mais as necessidades. É nessa hora que nasce a questão: chegou o momento de trocar o ERP?
A dúvida sobre trocar ou não o ERP surge porque a implantação de uma solução que envolve setores tão fundamentais da empresa é trabalhosa. Os funcionários precisam de tempo para adaptar-se ao novo sistema. Por isso, parece mais fácil fazer adaptações no ERP ao qual as pessoas já estão acostumadas. Mas antes de decidir trocar ou não é preciso analisar algumas questões.
O surgimento de uma nova tecnologia não é fundamental para a troca do ERP. Mais importante que uma nova tecnologia é avaliar se as necessidades da empresa são atendidas pelo atual fornecedor do software. Crescimento da organização, mudanças legais ou alterações de processos internos são situações que exigem a alteração do sistema. Se o atual ERP consegue atender essas mudanças com eficiência, não há necessidade da troca.
Também é importante ressaltar que a solução ERP não tem "data de validade". Mas é preciso analisar se o fornecedor do software realiza as atualizações tecnológicas, nos bancos de dados e nos aplicativos. As novas tecnologias trazem maior agilidade na utilização de determinados processos e melhoram alguns procedimentos. Portanto, se o fornecedor não atualiza seu ERP, pode haver a necessidade de trocá-lo.
Observar se o uso de planilhas eletrônicas é demasiado ou concorre com o ERP também é importante. Afinal, se é preciso um "sistema" paralelo, isso demonstra que a solução não está atendendo as necessidades, ou seja, está obsoleto.
Se há dúvidas que a sua solução de ERP está ajudando a sua empresa a vencer seus desafios, talvez esteja na hora de pensar na troca do seu ERP.
Abaixo, algumas dicas para se observar se é o momento da troca de seu ERP.

Tecnologia

- Evolução
A evolução de seu ERP NÃO acompanha a dinâmica de crescimento da sua empresa?
- Velocidade de mudança
As mudanças solicitadas no seu ERP demoram a serem realizadas?
- Necessidade de infraestrutura
O seu ERP exige uma infraestrutura com custos elevados para ser operacionalizado?

Atendimento

- Treinamento
O treinamento para novos usuários de seu ERP ou novos módulos, ou implementação de novas funcionalidades é eficaz?
- Suporte
Quando solicitado suporte ao seu fornecedor de ERP, ele é eficiente?
Seu fornecedor de ERP lhe fornece um suporte pró-ativo ou somente quando solicitado?
- Visitas
Seu fornecedor de ERP efetua visitas regulares e avaliação de seu nível de satisfação?
- Agilidade
O atendimento do seu fornecedor do ERP oferece a agilidade necessária à solução dos seus problemas no tempo desejado?
- Custo
O custo das visitas para atendimento de suas solicitações é elevado e acaba por inibi-las?

Customizações/Melhorias

- Atendimento das solicitações
As suas solicitações de melhorias são atendidas ou há necessidade de partir para controles paralelos?
- Custo das solicitações
Os custos das customizações e melhorias inviabilizam sua execução?
- Agilidade da entrega
Os prazos de entrega de suas solicitações não atendem as suas expectativas de prazo desejado?
- Qualidade
A qualidade do atendimento de suporte ou atendimento de solicitações de melhorias não apresenta a qualidade esperada ou desejada?

Nenhum comentário:

Postar um comentário