Postagem em destaque

Procurando Profissional em Análise de Processos de Negócios, BPM, BPMS e Melhoria de Processos, para atuar na Região Metropolitana de Belo Horizonte?

Marco Gandra Brasileiro – Casado 41 anos - CNH B Nascido em Belo Horizonte e-mail gandraribeiro@gmail.com ...

Pesquisar neste blog

19 de jan de 2012

Você sabe onde está seu público-alvo?

Por: iMaster


Mal visto entre muitos pelo número de ofertas recebidas por dia em sua caixa de e-mail, o e-mail marketing é uma solução que não deve ser tratada de forma banal. Fundamentais para promover uma oferta, produto, serviço ou empresa, essas mensagens trazem oportunidades realmente vantajosas para que os recebe. Mas será que o destinatário realmente tem o perfil para receber essa comunicação?
O mau uso da ferramenta por alguns profissionais prejudicam a atuação da comunicação com o cliente. Imagine só uma dona de casa que recebe ofertas de equipamentos para acampamento? Funciona? Não!
Antes de qualquer ação, seja ela offline ou online é importante que o público esteja realmente definido, e isso quer dizer identificar os potenciais clientes, e que realmente irão se interessar pela mensagem que a campanha transmite. Criar uma campanha de e-mail marketing é tarefa árdua que deve ser levada a sério!
Em meus 17 anos de mercado, já me deparei com diversos profissionais equivocados na definição de público-alvo e que responsabilizou o banco de dados pela baixa resposta da campanha. De nada adianta milhares de contatos desinteressados.
Defina! Sua ação é para clientes ativos, inativos, potenciais clientes, massa? Com o direcionamento determinado, é hora de buscar o banco de dados certo. Se for uma ação para clientes ativos ou inativos, acesse seu sistema e busque esses nomes. Potenciais clientes? Procure uma empresa idônea de banco de dados. Ainda existem dúvidas? O banco de dados não está filtrado? Procure um profissional. É muito mais vantajoso investir previamente para o sucesso da comunicação do que economizar e não atingir a expectativa da campanha.
Quantos e-mails marketing ou mala direta você recebe por dia? Quantos lê? Quais realmente farão diferença? Pense nisso! Você é o remetente, mas também é o destinatário. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário