Postagem em destaque

Procurando Profissional em Análise de Processos de Negócios, BPM, BPMS e Melhoria de Processos, para atuar na Região Metropolitana de Belo Horizonte?

Marco Gandra Brasileiro – Casado 41 anos - CNH B Nascido em Belo Horizonte e-mail gandraribeiro@gmail.com ...

Pesquisar neste blog

17 de fev de 2012

Mudando uma cultura em oito passos

Por: Adriano Marques
Em: http://www.4pm.com.br/archives/mudando-uma-cultura-em-oito-passos


Algum tempo atrás quando li sobre uma abordagem em oito passos para conduzir mudanças empresariais achei que seria mais uma das intermináveis séries de “passos mágicos” para alcançar algo. Normalmente não leio muito sobre assuntos que tenham “passos” ou que tenham versões “Gestão 2.0″ “O Lider 4.1″ assim por diante.
Mas neste caso tive uma grata surpresa ao ler sobre este tema pois de uma forma clara, concisa e simples de implementar o Prof. Dr. John Kotter estrutura em oito passos os processos naturais de mudanças.

Um projeto de mudanças baseados nestes tópicos aumenta muito a sua chance de sucesso.
  • Passo 1: Estabeleça um senso de urgência
  • Passo 2: Crie uma forma de coalizão
  • Passo 3: Desenvolva uma visão clara para as mudanças
  • Passo 4: Compartilhe esta visão e as mudanças
  • Passo 5: Capacite as pessoas
  • Passo 6: Crie “vitórias” de curto prazo (quick wins)
  • Passo 7: Consolide os ganhos e construa sobre eles
  • Passo 8: Faça as mudanças ficar na cultura organizacional

Na minha experiência profissional, é essencial que todos os envolvidos nas mudanças trabalham à partir de uma base única de informações compartilhadas e que os gestores possam promover uma cultura organizacional que deve ser inclusiva e não exclusiva e de divisões. Uma cultura inclusiva estimula um resultado “win-win” com base no respeito mútuo, mesmo que por “dissidentes”.

Lembre-se que todos os tipos de resistência à mudança deve ser tratada rapidamente com feedbacks. Esta abordagem objetiva ajuda a eliminar a angústia e a animosidade promovendo simultaneamente o diálogo honesto e uma participação ativa.

Estes passos servem para qualquer organização, independentemente do tamanho ou do seu mercado.
Eu conduzo um processo de mudança onde estava ciente do fato de que o início da mudança foi baseada em uma visão positiva, isso já ajuda muito pois os Sócios estavam favoráveis as propostas de mudanças. Mas é claro que  além disso um planejamento cuidadoso, pessoas nas posições certas e com confiança muito pouco pode dar errado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário