Postagem em destaque

Procurando Profissional em Análise de Processos de Negócios, BPM, BPMS e Melhoria de Processos, para atuar na Região Metropolitana de Belo Horizonte?

Marco Gandra Brasileiro – Casado 41 anos - CNH B Nascido em Belo Horizonte e-mail gandraribeiro@gmail.com ...

Pesquisar neste blog

2 de mar de 2012

Gerenciamento de Projetos. Quanto mais detalhes, mais controle

Por: 
Em: http://www.tiespecialistas.com.br/2012/02/gerenciamento-de-projetos-quanto-mais-detalhes-mais-controle/


Não é raro encontrar GAPs em projetos, uma vez que vários eventos de ordem inesperada como eventos climáticos ou situações externas, e até mesmo já percebidas na fase de planejamento, geram incertezas.
O monitoramento e controle são fundamentais para mitigar os riscos e estabelecer as reservas de contingência. Exemplo: E se chover? E se fizer sol? E se um dos ambientes não puder ser utilizado? E se um recurso humano ficar doente e faltar ao trabalho? O Plano de Riscos é fundamental nesses casos onde é possível identificar fatores que possam impactar no andamento do projeto.
Tendo essa preocupação fica mais fácil controlar o caminho crítico do Projeto, que contém as atividades mais importantes, e havendo atrasos em qualquer uma dessas atividades terá impacto direto no prazo de conclusão do mesmo, além de possíveis outras implicações como aumento do custo se não houver intervenção imediata.
É bom se valer de metodologias que possam auxiliar no monitoramento e controle do projeto. O PCDA é clássico nesse contexto e é de extrema importância analisar constantemente as fases do projeto.
Veja o gráfico abaixo:
Perceba que o controle é percorrido em todas as fases, tendo seu auge na fase de execução, isso faz com que sejam identificados os gargalos em qualquer fase do projeto ou atrasos ocasionados pelos recursos.
Veja os exemplos, e compare os dois cronogramas:

Cronograma Pobre em Detalhamento.

Cronograma Rico em Detalhamento.

Veja que houve a quebra das atividades de Desenvolvimento e Testes. Com essa quebra pode-se identificar com maior detalhe qual atividade e qual recurso está gerando atraso no projeto. Isso é facilmente identificado pelo Gerente de Projetos e possibilita agir de imediato para fazer as atividades voltarem aos trilhos.
Outras implicações além do prazo podem ser analisadas, como custo, tendo como base as Análises de Valor Agregado do Projeto (EVA Earned Value Analysis). Mas esse tema fica para outra oportunidade.
Portanto, ao fazer o planejamento do seu projeto não se esqueça dos detalhes. Não existe projeto sem recursos, principalmente recursos humanos, e um único indivíduo pode colocar todo o trabalho em risco.
É isso aí…
Abraços.

E até o próximo artigo…

Nenhum comentário:

Postar um comentário