Postagem em destaque

Procurando Profissional em Análise de Processos de Negócios, BPM, BPMS e Melhoria de Processos, para atuar na Região Metropolitana de Belo Horizonte?

Marco Gandra Brasileiro – Casado 41 anos - CNH B Nascido em Belo Horizonte e-mail gandraribeiro@gmail.com ...

Pesquisar neste blog

16 de mai de 2012

Motive os trabalhadores com habilidade e estratégia

Por: Rachel Russell
Em: http://cio.uol.com.br/carreira/2012/04/18/motive-os-trabalhadores-com-habilidade-e-estrategia/


Todo mundo se preocupa com o quanto ganha, e quase todos acham que merecem ganhar mais. Então, o que acontece se a sua empresa não puder se dar ao luxo de atrair novos talentos com altos salários ou aumentos significativos?


A empresa de RH TEKsystems fala com mais de 100 mil profissionais de TI a cada semana, e também realiza pesquisas trimestrais. De acordo com seus registros, os profissionais de TI classificam o desenvolvimento da carreira como a sua prioridade absoluta na busca de emprego - ainda maior do que o pagamento. Situação idêntica à revelada pela edição 2011 da pesquisa pesquisa Melhores Empresas para Trabalhar em TI & Telecom, realizada pela COMPUTERWORLD no Brasil, em parceria com o Great Place to Work Institute Brasil (GPTW).
Também aqui no Brasil,empresas de TI e Telecom que proporcionem um bom ambiente de trabalho, benefícios atraentes, investem na educação do funcionário, oferecem oportunidades internas, entre outros atrativos, têm sido objeto de cobiça no mercado.
Mais importante do que oferecer benefícios, por exemplo, uma boa empresa para se trabalhar é aquela que dá aos funcionários ferramental adequado para o seu desempenho e crescimento pessoal e profissional. Acima de tudo, as melhores empresas para trabalhar promovem relacionamentos saudáveis e fortes entre as pessoas. Hoje, o profissional de TI deseja se envolver com as últimas tendências e os maiores projetos da empresa - o que é incongruente quando você considera que mais de 80% do seu tempo é dedicado a “manter as luzes acesas.
Felizmente, existem passos que você pode dar para reduzir a distância entre o que os departamentos de TI têm que fazer e o que os funcionários querem fazer. E essas medidas podem aumentar a atratividade da área de TI da sua empresa para futuros empregados, e ainda elevar o seu desempenho e valor para o negócio.
1 - Defina uma visão de longo prazo com o negócio
Os profissionais de TI querem estar conectados às iniciativas com as quais a empresa mais se preocupa. Mas se eles estão sempre atolados no lamaçal operacional de TI é improvável que sejam capazes de tomar conta de iniciativas estratégicas com muito sucesso. Para romper esse ciclo, líderes de TI devem construir relacionamentos com o negócio que lhes deixem em condições de tomarem conhecimento da visão estratégica tão a fundo quanto possível. A partir daí, é possível iniciar uma conversa em torno de importantes compensações entre o trabalho operacional e as iniciativas estratégicas de TI.
2 - Conduza o planejamento estratégico da força de trabalho
Desde a crise econômica, muitos profissionais de TI se sentem solicitados a fazerem tudo. Eles estão cansados, e muitos se ressentem de esgotamento em suas vidas profissionais e pessoais. Um plano de força de trabalho cuidadosamente elaborado pode aliviar problemas de sobrecarga e permitir que os departamentos de TI executem o trabalho com um custo menor sem sacrificarem a qualidade.
Antes de aceitarem mais trabalho, líderes de TI inteligentes consideram cuidadosamente quais tarefas podem ser assumidas internamente (por funcionários atuais ou novas contratações, ou através de treinamento) e quais devem ser executadas através de mecanismos alternativos de fornecimento (aumento de pessoal, serviços gerenciados, serviços de projeto ou outsourcing).
O uso adequado do outsoursing irá liberar seu pessoal de tarefas ‘commoditizadas’ para que eles possam se concentrar no trabalho mais estratégico, interessante e gratificante.
3 - Invista na formação de habilidades para o futuro
Os profissionais de TI sabem que, para serem produtivos e terem um impacto estratégico, precisam de mais do que competência técnica. Precisam entender as operações de negócios e seus objetivos, a gestão de processos e a comunicação interpessoal. Se você explorar esse desejo, você pode limitar o ressentimento sobre o pagamento e maximizar o valor comercial alcançado pela sua equipe de TI.
Ao fazer um inventário de habilidades e compará-lo com as competências que a sua empresa necessita para atingir sua estratégia de longo prazo, você pode começar a elaborar planos de desenvolvimento profissional para sua equipe de TI que ofereçam retornos relevantes para o negócio. Os funcionários se sentirão mais comprometidos com sua organização, se você não só der-lhes uma visão de futuro, mas também fizer um investimento na capacidade de cada um deles que  ajudem a organização a chegar lá.
Em suma, as questões que levam à atração do bom profissional são as mesmas que levam à retenção. Para atrair as mais brilhantes novas contratações e manter os seus melhores funcionários à sua volta por um longo tempo, compense-os, sim, mas também ofereça a emoção de desbravarem novos caminhos e contribuirem para as maiores prioridades de negócios.
Quando o líder confia na equipe, sabe que não precisa vigiar os passos dos funcionários. Ele discute a estratégia da corporação e suas prioridades; sua equipe encontrará a melhor forma de implementar o plano e desenvolver cada atividade. Se a equipe confia em seu gestor, dá o melhor de si e trabalha bem em conjunto sabem que o colega não é um competidor e que têm objetivos comuns. Não por acaso, as empresas que estimulam a confiança como traço característico de sua cultura, normalmente atingem seus objetivos, mesmo em situações adversas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário