Postagem em destaque

Procurando Profissional em Análise de Processos de Negócios, BPM, BPMS e Melhoria de Processos, para atuar na Região Metropolitana de Belo Horizonte?

Marco Gandra Brasileiro – Casado 41 anos - CNH B Nascido em Belo Horizonte e-mail gandraribeiro@gmail.com ...

Pesquisar neste blog

12 de ago de 2012

Lendo arquivos de um diretório com File Adapter

Por: 
Em: http://www.thiagovespa.com.br/blog/2012/08/01/lendo-arquivos-de-um-diretorio-com-file-adapter/


Um dos recursos interessantes é a possibilidade de monitorar o sistema de arquivos pela chegada de novos arquivos e poder processá-los de acordo. A versão nova do File Adapter que vem junto com o Oracle Soa Suite possui esse recurso. Nesse exemplo, vamos criar um projeto que lê os arquivos de um diretório, processa e move para uma pasta.
O primeiro passo é criar um projeto SOA e arrastar o File Adapter para o composite.xml. Na tela de configuração do File Adapter, clique em Next. Dê um nome para o File Adapter e clique em Next. Na próxima tela, deixe marcado para definir o WSDL posteriormente e clique em Next. Escolha a opção Read file, deixa as opções padrões e clique em Next. Especifique os diretório de leitura e marque as opções: “Process files recursively”, “Archive processed files (especifique um diretório)” e “Delete files after successful retrieval”.
File Adapter Configuration Wizard
File Adapter Configuration Wizard
Clique em Next. Especifique quais arquivos serão processados, se quiser processar todos os arquivos inclusos na pasta coloque “*”. Clique em Next. Especifique o tempo de verificação se foram inclusos novos arquivos no diretório e clique em Next. Na próxima tela, especifique o formato alvo. Para fazer essa etapa corretamente, leia o post sobre formatos de arquivo com File Adapter. Clique em Next e Finish.
Você irá verificar que o File Adapter foi criado do lado esquerdo do composite.xml. Isso ocorre porque é uma conexão “inbound”, ou seja, o File Adapter que irá invocar um serviço. Essa operação irá ocorrer assim que um arquivo for inserido na pasta especificada anteriormente e o tempo de pooling tiver ocorrido. Agora é só criar um serviço para ser invocado à partir do File Adapter.
Arraste um BPEL para o composite.xml, especifique um nome e no combobox de template, selecione a opção “Base on a WSDL”. Em WSDL URL selecione o WSDL do File Adapter criado e clique em OK.
No composite.xml você deverá dois WSDLs definidos como Exposed Services, conecte o que está faltando para o BPEL criado. Edite o BPEL para a sua necessidade. Como você poderá observar, o BPEL será One-way, já que o File Adapter não espera retorno.
BPEL
BPEL
Faça o deploy da aplicação e insira um arquivo na pasta alvo. A invocação do BPEL será automática. Você pode monitorar o processamento de arquivos no Enterprise Manager.


Nenhum comentário:

Postar um comentário