Postagem em destaque

Procurando Profissional em Análise de Processos de Negócios, BPM, BPMS e Melhoria de Processos, para atuar na Região Metropolitana de Belo Horizonte?

Marco Gandra Brasileiro – Casado 41 anos - CNH B Nascido em Belo Horizonte e-mail gandraribeiro@gmail.com ...

Pesquisar neste blog

21 de ago de 2012

Outras Partes Interessadas

Por:  
Em: http://www.tiespecialistas.com.br/2012/06/outras-partes-interessadas/


O PMI nos ensina que existem as ”Partes interessadas” no projeto: são pessoas e/ou organizações ativamente envolvidas no projeto cujos interesses podem ser afetados com o resultado da execução ou do término do projeto. Eles podem também exercer influência sobre os objetivos e resultados do projeto. A equipe de gerenciamento de projetos precisa identificar as partes interessadas, determinar suas necessidades e expectativas e, na medida do possível, gerenciar sua influência em relação aos requisitos para garantir um projeto bem-sucedido.
As partes interessadas possuem diversos níveis de responsabilidade e de autoridade quando participam de um projeto e elas podem mudar durante o ciclo de vida do mesmo. Suas responsabilidades e autoridade variam desde contribuições eventuais em estudos, até o patrocínio total do projeto, que inclui o fornecimento de apoio financeiro e político. As partes interessadas que ignoram essa responsabilidade podem ter um impacto prejudicial nos objetivos do projeto. Da mesma forma, os gerentes de projetos que ignoram as partes interessadas podem esperar um impacto prejudicial nos resultados do projeto.
Às vezes, a identificação das partes interessadas pode ser difícil. Por exemplo, algumas pessoas poderiam argumentar que um trabalhador da linha de montagem cujo emprego no futuro depende do resultado do projeto de design de um novo produto é uma parte interessada. Se uma importante parte interessada não for identificada, poderá haver grandes problemas para um projeto. Por exemplo, o reconhecimento tardio de que o departamento jurídico era uma parte interessada significativa em um projeto de atualização de software para a passagem do ano 2000 fez com que muitas tarefas de documentação adicionais fossem acrescentadas aos requisitos do projeto.
Porém além das partes interessadas, devemos nos preocupar e prestar muita atenção também com as “Partes favorecidas” que são os casos de favoritismo e/ou nepotismo que infelizmente ocorrem no dia-a-dia. São pessoas ativamente ligadas ao projeto em questão, mas que não tem qualquer conhecimento técnico, operacional, gerencial do projeto ou das pessoas, no entanto estas pessoas possuem laços de amizade ou parentesco criando um favoritismo com a administração da empresa que lhes proporciona: Cargos de liderança, coordenação, gerência, diretoria e até em cargos de simples analistas, estes podem possuir poderes e segurança profissional devido ao seu grau de intimidade e/ou parentesco com a média ou alta administração da empresa.
As partes favorecidas são mal vistas pelos demais colaboradores, pois é natural do ser humano ficar insatisfeito e/ou infeliz por não fazer parte do grupo de favorecidos, o que gera um grande clima de insatisfação, a empresa perde a credibilidade com seus colaboradores que optam por procurar novas oportunidades em outras companhias assim perdem muitos bons profissionais e fica apenas com os favorecidos que são despreparados tecnicamente com os cargos que ocupam e não há diferença entre os setores público ou privado das empresas que possuem partes favorecidas em seu quadro de funcionários.
Contudo todo bom profissional de qualquer área que esteja num ambiente de partes favorecidas e se sinta injustiçado, insatisfeito com a administração da empresa em questão, deve buscar novas oportunidades em outras empresas, pois infelizmente não é possível mudar a política da empresa, nem dos gestores favorecem outros funcionários incapazes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário